TRATAMENTO DE CANAL

Endodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos adjacentes. Sendo responsável pelo tratamento das patologias e manifestações da polpa dental.

Os dentes podem apresentar de 1 a 4 condutos, que durante o tratamento de canal são desinfeccionados e preenchidos com material estéril e não irritante ao organismo, eliminando riscos de infecção e preservando sua estrutura que posteriormente serão restauradas, mantendo a função e estética. A polpa (que possui nervos e outros tecidos moles) pode ser afetada por cáries profundas, trauma na mordida, fraturas e outras complicações, sendo muitas vezes impossível a sua reparação pelo organismo.

Se a polpa fica inflamada ou infectada é necessário o tratamento de canal.

O procedimento mais comum feito em endodontia é o tratamento de canal. No tratamento de canal a polpa afetada é removida e o canal limpo e desinfectado. Na maioria dos casos é necessária a colocação de uma prótese (Coroa total), para que não haja fratura dentária após o canal terminado. A mastigação intensa no dente tratado deve ser evitada até que no mesmo seja feita a prótese. Depois de terminado o tratamento de canal o mesmo deve ser imediatamente restaurado para que não haja proliferação de bactérias contaminando novamente o canal, evitando a necessidade do retratamento do mesmo.