CIRURGIA ORTOGNÁTICA OU TRATAMENTO ORTO-CIRÚRGICO

A Cirurgia Ortognática visa uma harmonia dento facial, é um tratamento Ortodôntico/Cirúrgico.
Ortodôntico, proposto em pacientes onde o problema não está somente na disposição dos dentes, mas também no tamanho e na relação dos ossos da face, maxilar superior e mandíbula. Normalmente precisa-se de 12 a 18 meses de tratamento com aparelho ortodôntico fixo, antes do procedimento hospitalar, no qual se realiza a cirurgia com anestesia geral. Após este procedimento continua-se o tratamento ortodôntico por mais 4 a 8 meses para pequenas correções no posicionamento dos dentes.
As discrepâncias na relação dos ossos da face podem ser devido a distúrbios de crescimento, traumatismo na face, anomalias específicas, ou de origem genética.
Resumidamente são classificadas como: assimetrias faciais ligadas desequilíbrios de tamanho das arcadas, prognatismo mandibular, (mandíbula grande), retrognatismo mandibular (mandíbula pequena).

29

Exemplo Orto-cirúrgico de avanço bi-maxilar

30

Antes da cirurgia, durante o preparo ortodôntico.

31

Depois da cirurgia, finalizando o tratamento ortodôntico.

Exemplo Orto-cirúrgico de avanço bi-maxilar

Antes da cirurgia, durante o preparo ortodôntico.

Depois da cirurgia, finalizando o tratamento ortodôntico.
Os benefícios que podem ser alcançados no tratamento com a Cirurgia Ortognática, seriam: melhoria na relação entre os dentes, músculos e ossos, na respiração e fonação, no sorriso, na posição da língua, na mastigação e na digestão de alimentos, em apneias (falta de respiração durante o sono), doenças obstrutivas do sono, e em muitos casos no relacionamento social. Podem também ocorrer mudanças na articulação têmporo mandibular (ATM), além de contribuir para a diminuição do risco de doenças cardiovasculares como hipertensão.
A Cirurgia Ortognática busca um equilíbrio nas funções mastigatória, respiratória e da beleza estética.

Perguntas freqüentes:

Como saber se preciso da cirurgia ortognática?
A cirurgia ortognática se destina a pessoas que apresentam um crescimento desigual entre os arcos dentários, superior e inferior, o que pode trazer inúmeras consequências negativas no seu dia a dia como: apneia do sono, ronco, dormir de boca aberta, dores nas articulações da face e dores de cabeça, dificuldade de fechar a boca, além de desarmonias estéticas. Todas essas características podem ser um indicativo para a cirurgia.

Como é realizada a cirurgia?
A cirurgia é realizada em hospital sob anestesia geral, mas antes é realizado o preparo do paciente com todos os exames pré-operatórios necessários. O paciente é internado na manhã da cirurgia em jejum e dependendo da cirurgia o paciente recebe alta hospitalar à noite ou na manhã do dia seguinte. A cirurgia é realizada totalmente por dentro da boca, não deixando cicatriz na face.

Qual a idade mínima para realizar a cirurgia?
O ideal é realizar a cirurgia após o término da fase final de crescimento. Nos homens, isso se dá pelos 18 ou 19 anos. Nas mulheres, por volta dos 16 ou 17 anos. Entretanto o tratamento das desarmonias de crescimento da face devem se iniciar o quanto antes na infância, o que pode evitar procedimentos mais invasivos no futuro.

Quanto tempo demora um tratamento?
O tratamento dividi-se em 3 etapas e é chamado de orto-cirúrgico por ser uma combinação de ortodontia e cirurgia ortognática. * A primeira etapa consiste no tratamento ortodôntico pré-cirúrgico que dura em média 6 a 18 meses, dependendo da complexidade do caso, e tem o objetivo de alinhar e nivelar os dentes. *A segunda etapa é a cirurgia propriamente dita que requer cerca de 24 a 48 horas de internação hospitalar e acompanhamento pós-operatório com o cirurgião por cerca de 6 a 8 semanas. *A terceira etapa consiste na finalização ortodôntica quando pequenos ajustes são feitos com o intuito de refinar o caso e dura em média 6 meses.